História da Moda: A Estética da Pré-história Através das Estatuetas de Vênus

setembro 24, 2020
O post de hoje é mais um episódio sobre a História da Moda e Indumentária. Abordaremos as Vênus Pré-históricas e a importância delas para as origens do vestuário.

Vênus Pré históricas

Foto: Reprodução. Exemplos de estatuetas de Vênus.

O que são Vênus Pré-históricas?

Elas são estatuetas, na maioria das vezes em forma feminina, produzidas durante o Paleolítico Superior. 

A pré-história é dividida em periódos, e o Paleolítico Superior é considerado por muitos como a era do nascimento da Arte, já que datam dessa época um número expressivo de vestígios que representam o que podemos chamar de cultura.

Lascaux França Caverna
Foto: Reprodução. 

Entre esses vestígios, menciono as cavernas de Chauvet e Lascaux, na França, ricas em pinturas rupestres, a descoberta de amuletos em enterros e objetos que indicam a prática e crença em cultos de magia. 

Eu selecionei cinco estatuetas para analisarmos e refletirmos sobre gênero, vestuário e estética na Pré-história.


Vênus de Willendorf

A primeira Vênus e possivelmente a mais famosa de todas é a Vênus de Willendorf, descoberta na Áustria em 1908. Com 11,1 centímetros de altura, um dos mistérios que permeiam essa estatueta é sua cabeça. Ela estaria com um chapéu, um acessório de cabelo ou um estilo de penteado?

Moda Pré Histórica
Foto: Reprodução.

Willendorf apresenta seios fartos, quadril largo e é bastante corpulenta. Tais características a colocam muitas vezes na interpretação da Deusa-Mãe.


Dolní Vestonice 

Outra Vênus com características parecidas à de Willendorf é a de Dolní Vestonice, encontrada na República Tcheca em 1925. 

Dolni Vestonice Estatueta de Venus
Foto: Reprodução.

Seu rosto não apresenta grandes detalhes, podendo ser vistos dois ricos diagonais que parecem sugerir olhos. 


Dama de Brassempouy

O busto feminino de Brassempouy foi descoberto na França em 1894. É uma das artes pré-históricas com mais detalhes acerca da fisionomia de nossos ancestrais. Foi feita a partir de marfim de mamute.

Busto de Brassempouy Pré História
Foto: Reprodução.

Igual que a Vênus de Willendorf, sua cabeça levanta muitas suposições. Ela estaria com uma trança ou uma rede de cabelo?


Lespugue 

A estatueta de Lespugue é uma das mais complexas, foi encontrada na França em 1922. 

O antropólogo Yves-Coppens, publicou em 1989 um artigo intitulado L'ambiguïté des Doubles Vénus du Gravettien de France, onde chama a atenção para o possível jogo ótico que existe em Lespugue.

Vênus de Lespugue
Foto: Reprodução.

De acordo com Yves, a estatueta seria a representação de duas mulheres e não só de uma.


Hohle Fels 

A Vênus de Hohle Fels foi encontrada em uma caverna da Alemanha no ano de 2008
Ela é considerada a representação feminina mais antiga da história. 

Hohle frls estatueta
Foto: Reprodução.

Essa estatueta apresenta formas exageradas e não possui cabeça, mas uma forma ovóide que sugere que ela possivelmente foi usada como pingente em uma espécie de amuleto. 


Possíveis Explicações Para As Estatuetas de Vênus

Deusa-Mãe
A primeira hipótese é a da Deusa-Mãe.Como já falamos, o Paleolítico Superior apresenta vários indícios de crenças, e uma dessas crenças seria o culto à uma deusa que era tida como geradora da vida, controladora da natureza e doadora da fertilidade. Em forma feminina, pois são as mulheres que dão à luz.

Foto: Reprodução.

O arquétipo da Deusa-Mãe pode ser encontrado em várias religiões politeístas ao redor do mundo. Podemos citar como exemplo, Cibele para os frígios, Gaia para os gregos, Vênus para os romanos e Nanã nos cultos do Candomblé.

Algumas estatuetas, tais como a de Willendorf, foram embebidas em ocre. O ocre é um pigmento que varia do amarelo ao marrom escuro. Na pré-história era obtido através de minério.


A cor vermelha na Pré-história

O ocre vermelho tinha grande simbologia, pois era a cor que representava o sangue, e o sangue era símbolo da vida. 

A mulher, por ter seu ciclo de sangue todos os meses, talvez fosse vista como sagrada, o que pode indicar também que as primeiras sociedades foram matriarcais.


Padrão estético da época

Outra visão sobre as estatuetas está relacionada com o padrão de beleza vigente na época. 

Mulheres com grandes seios, nádegas e coxas protuberantes eram consideradas as mais belas, já que representavam fertilidade e abundância.

Vênus de Kostenki
Foto: Reprodução.

Algumas linhas de pesquisa defendem a tese de que nossos antepassados acreditavam que corpos gordos eram de pessoas que se alimentavam bem e tinham fácil acesso à comida, o que daria um alto prestígio social, portanto era tido como belo, como o modelo a ser alcançado.

Há ainda a possibilidade dessas estatuetas serem homenagens às mulheres mais férteis das tribos. A Vênus de Kostenki, descoberta na Rússia em 1967, parece se tratar de uma gestante. 


Teoria da Cartilha Anatômica/Obstétrica

Uma outra teoria é a da cartilha anatômica. Hoje, a maior parte do que sabemos sobre o corpo humano está nos livros. 

Estatuetas de Venus
Foto: Reprodução.

Na pré-história essas estatuetas seriam formas de educar e tinham função didática. 

Contudo, estudiosos que se opõem à essa ideia, questionam o por quê do número excessivo de figuras femininas e mais: por que só mulheres adultas? Se a intenção fosse a informação anatômica, por que um número pequeno de estatuetas que parecem homens?


Pornografia Pré-histórica

Há ainda o que chamamos de pornografia pré-histórica. O corpo da mulher historicamente apareceu em diversos contextos sexuais, seja por fotografias, ilustrações, filmes ou revistas. 

As coelinhas da Playboy dos nossos dias seriam na pré-história equivalentes às estatuetas de Vênus.

Vênus Pré Histórica
Foto: Reprodução.

Prestígio e Status no Paleolítico Superior

E a última grande teoria, e a que mais interessa para nossos estudos de Moda pode ser contemplada no artigo Têxteis , Cestaria e Gênero no Paleolítico Superior, publicado no ano de 2000 por Olga Soffer, James Adovasio e D.C Hayland. 

Os três se voltam para a presença de têxteis e peças de roupas em algumas figuras de vênus. 

De acordo com o estudo, só um grande conhecedor do vestuário poderia representar tão bem essas peças em forma de estatuetas, e vão além, discorrem sobre a possibilidade das estatuetas terem sido feitas por mulheres artesãs do Paleolítico Superior que trabalhavam com a produção de roupas. 

História da Arte
Foto: Reprodução.

A habilidade de fazer roupas seria tão importante, que quem dominava as técnicas, (acredita-se que em sua maioria mulheres), era homenageado e ocupava lugar de prestígio nas sociedades pré-históricas.

Mas essa é mais uma teoria que não se aplica à todas as Vênus porque muitas delas não têm roupa alguma. O ponto alto do artigo é chamar a atenção para roupas feitas à base de vegetais.

Para ler mais sobre o vestuário na pré-história, clique aqui. 

Um das comentaristas do artigo, a PhD em Antropologia pela universidade da California, Junko Habu disse o seguinte:

"A visão tradicional e estereotipada de que as roupas do Paleolítico eram feitas principalmente de couro deve ser seriamente reconsiderada. 


Nas últimas décadas, os pesquisadores tornaram-se cada vez mais conscientes de que os alimentos vegetais costumavam ser mais importantes que a carne em muitas sociedades de caçadores-coletores. 

No entanto, a importância relativa das plantas sobre os produtos animais como matéria-prima é frequentemente negligenciada".

O post de hoje termina com mais perguntas do que respostas. A Pré-história possui diversos mistérios, e o significado real das estatuetas de vênus parece que vai nos intrigar por um longo tempo, ou talvez pra sempre.

Informações do curso aqui.



Texto escrito por Gabriela Lira.Caso use algum material do blog como referência, por favor dê os créditos. Plágio é crime e está sujeito à pena!

Fonte:  
Textiles, Basketry and Gente in the Upper Paleolithic (2000) - J.M Adovasio, Olga Soffer e D.C Hayland.

Nenhum comentário:

Tecnologia do Blogger.