The Bunny Manual (1968) - O Manual da Coelinha da Playboy

abril 15, 2020
A revista masculina Playboy é famosa por suas coelinhas. Você já imaginou como era trabalhar de coelinha nos clubes Playboy em pleno anos 60? O The Bunny Manual, lançado em 1968 nos dá algumas pistas sobre a vida dessas mulheres.

Coelinhas da Playboy
Coelinha da Playboy em 1960. Fonte: Pinterest.

Deveres e Direitos das Coelinhas 

Antes de mais nada, é importante mencionar que a Playboy era bastante criteriosa no processo de escolha das futuras coelinhas. Não bastava ser uma moça bonita, eram analisados outros aspectos, entre eles: personalidade, gentileza, discrição e porte.

História da Coelinhas Playboy
Foto: Reprodução.

Além do salário fixo, todo mês os clubes escolhiam as três melhores funcionárias. Essa escolha era feita a partir de um quadro que estabelecia os méritos e deméritos de cada garota.

Méritos:

- Pontualidade;
- Higiene;
- Seguir as regras estabelecidas pela empresa;
- Traje completo;
- Educação e excelente atendimento.

Coelinhas da Playboy
Foto: Reprodução.

Deméritos:

- Atrasos e faltas excessivas;
- Se apresentar desarrumada;
- Beber e/ou fumar na frente de clientes;
- Elementos do traje incompletos;
- Tratar mal aos clientes.

A melhor funcionária do mês recebia um abono salarial e por uma semana poderia fazer o seu horário. 

Revista Playboy 1960
Coelinhas da Playboy em 1960. Fonte: Pinterest.

No manual, a Playboy menciona que todas as coelinhas tinham direito a 45 dias de licença, porém as férias propriamente ditas só apareciam depois de um ano de trabalho completo. Como funcionava? Após um ano, a coelha tinha direito à uma semana de férias, dois anos, duas semanas, três anos, três semanas, e assim por diante.

História das coelinhas da playboy
Foto: Reprodução.

Outra maneira de receber abono salarial era através da indicação. Se você indicasse uma amiga para trabalhar de coelinha e ela fosse contratada, após 90 dias do contrato dela, você recebia uma quantia.

Traje e Estética

A Playboy prezava pela estética de suas funcionárias. As roupas deveriam ser feitas sob medida. Os sapatos obrigatoriamente deveriam combinar com o collant, e não era permitido o uso de joias.

1960s Playboy Bunnies
Coelinhas em 1960. Fonte: Pinterest.

A maquiagem da coelinha deveria ser marcante. Os olhos precisavam de cílios postiços e a boca de gloss. Unhas deveriam estar sempre feitas, e as funcionárias bem perfumadas.

Para ler mais sobre a maquiagem da década de 1960, clique aqui. 

História das Coelinhas da Playboy
Foto: Reprodução.

Conselho das Coelinhas 

As coelinhas eram divididas em áreas. Cada área deveria escolher uma representante a cada mês para participar de uma reunião com os gerentes. Nessas reuniões eram debatidos assuntos importantes sobre o trabalho. 


De acordo com a Playboy, tudo o que era debatido em reunião era também exposto em folhas que ficavam coladas em quadros, assim todas as funcionárias saberiam sobre as decisões.

Caso use algum material do blog como referência, por favor dê os créditos. Plágio é crime e está sujeito à pena.

Me siga no Instagram: @blondevennus 

Fonte: The Bunny Manual (1968).

Nenhum comentário:

Tecnologia do Blogger.