História da Maquiagem: Conselhos Para Olhos Bonitos (1931)

setembro 07, 2019
Mais uma vez venho com artigos de revistas antigas sobre beleza, dessa vez a escolhida foi a revista Cinearte, especialista em sétima arte e que costumava ter artigos sobre a estética dos atores e atrizes de Hollywood.

Segue abaixo a transcrição de uma matéria com conselhos de beleza para os olhos.

Maquiagem de 1930
Olhos da atriz Mae West. Foto: Reprodução.

Depois de Paris, não há lugar no mundo mais propício à cultura da beleza do que Hollywood. E as lições de Hollywood sobre o assunto devem ser preciosas.


Os Olhos de Hollywood

Estranhos e cheios de uma beleza única como os de Greta Garbo. Azuis, límpidos, com enormes pálpebras como os de Joan Crawford. Espirituosos, olhos de menina, como os de Claire Trevor. 

Negros, profundos e zombeteiros como os de Lupe Vélez. Adoráveis e estáticos como os de Jean Harlow. Fascinantes e imensos como os de Claudette Colbert. Os olhos de Hollywood...

Maquiagem de 1930
Olhos marcantes da Old Hollywood. Foto: Reprodução.

A Importância do Olhar

Os olhos podem ser o espelho da alma, mas as pequenas de Hollywood devem concordar que eles são também os infalíveis refletores das condições físicas.

O trabalho demais, a falta de um bom descanso noturno, a má saúde, a fadiga, etc, deixam um traço de palidez nas faces, e isto pode ser disfarçado com pó e pintura.

Mas os melhores cosméticos do mundo, nas mãos dos mais hábeis peritos em Make-up nunca poderão remover a fadiga dos olhos.

1930s Makeup history
Foto: Reprodução.

É por isso que em Hollywood as inteligentes pequenas do cinema nada trocam por uma noite bem dormida. Por um bom sono elas sacrificam tudo.

E esta é a lição número 1 que Hollywood dá ao mundo feminino: se quer belos olhos, trate de dormir bastante!

Maquiagem vintage
Foto: Reprodução.

Os Conselhos

• Qualquer esforço fora do comum, rouba aos olhos sua natural beleza. A maior parte da fadiga visual vem não somente de ler e estudar bastante - como leituras em luz fraca, leituras quando você está fisicamente exausta ou leituras sem óculos quando você está necessitando deles.

Foto: Reprodução.

Os olhos de todos são dotados de uma maravilhosa organização  para a defesa própria contra a luz muito forte do sol.

As pupilas automaticamente se erguem para
proteger contra o excesso de luz - o delicadíssimo nervo óptico.

E pela ajuda dos pequenos nervos existentes em volta da vista, a pálpebra inferior é erguida ao mesmo tempo que a pálpebra superior é abaixada.

Carole Lombard estes makeup
Foto: Reprodução.

• Assim, os olhos protegem-se por si próprios, mas a sua bela simetria é prejudicada se você não os ajudar. As estrelas ao mesmo tempo que tomam banho de sol, protegem cuidadosamente os olhos usando chapéus de abas largas e óculos escuros. E sentam-se de forma que o sol não lhes atinja a vista.

1930s sunglasses
Foto: Reprodução.

• Você deve treinar os olhos para que eles tenham expressão própria. Esta é uma lição que qualquer pequena deve aprender, e é simplesmente essencial para as atrizes que encaram a carreira à sério.

Surpresa, alegria, simpatia, diversão, mágoa, aborrecimento e até mesmo cólera e impaciência, são emoções que todas vocês podem muito bem expressar com os olhos, aumentando assim a beleza deles.

Vintage 1930s Makeup
Foto: Reprodução.

• Todas as artistas da tela admitem que a pintura contribui muito para a beleza dos olhos. Mas existem certos artifícios que só são usáveis para a maquiagem cinematográficas.

Jean Harlow 1930s Makeup
Jean Harlow. Foto: Reprodução.

• A extensão da sobrancelha deve depender da cor do cabelo, dos olhos e dos tipos de feições. Jean Harlow, por exemplo mantém uma estreitíssima linha de sobrancelha, mas natural.

E que harmoniza-se perfeitamente com a sua luminosa cabeleira e sua testa arredondada.

Fonte: 
Revista Cinearte, edição 392 - 1 de junho de 1931.

Me siga no Instagram: @blondevennus 

Nenhum comentário:

Tecnologia do Blogger.