História da Maquiagem: Os Anos 1920

agosto 14, 2015
Primeiro episódio sobre A História da Maquiagem, e hoje vamos conversar sobre a estética dos anos 1920. Já parou para pensar como as mulheres se maquiavam nessa época? 

A década de 20 é conhecida como ''Os Loucos Anos 20'', esse nome se deve ao fato de que boa parte das regiões da América do Norte e Europa viveram um período de prosperidade e efervescência cultural

Foto: Reprodução. Nessa foto podemos observar vários elementos básicos da maquiagem de 1920.

O Cinema, a Literatura, a Música, as Artes Plásticas, a Moda, em suma, tudo parecia caminhar para uma grande alegria sem fim. 

Nós sabemos no entanto que essa fartura toda durou apenas até 1929, quando os bancos norte-americanos sofreram um forte golpe, levando consigo o mundo inteiro para uma crise que seria a mais assustadora da história

A efervescência cultural marcou a década de 1920
Foto: Reprodução. Para as classes mais abastadas, a década significou abundância e exageros.

A indústria de Maquiagem em 1920 

Os anos 20 foram marcados pelo fortalecimento da indústria de maquiagem, antes disso era muito comum que mulheres comprassem cosméticos em boticas ou até mesmo fizessem produtos caseiros.

A Atriz Louise Brooks foi um dos símbolos de beleza na década de 1920
Foto: Reprodução. Atores e atrizes eram a vitrine da maquiagem.

Com a ascensão do Cinema Mudo, a maquiagem se tornou indispensável para o elenco. Em um mundo de filmes sem cores, uma maquiagem marcante era fundamental para ressaltar a beleza das atrizes e atores, e também para maximizar as expressões faciais.

Foto: Reprodução. Na foto, o ator Conrad Veidt como Cesare no filme O Gabinete do Dr. Caligari (1920).

O Expressionismo Alemão, por exemplo, foi uma vanguarda cinematográfica que lançou mão de vários recursos de maquiagem para incrementar suas produções.

Foto: Reprodução. Lil Dagover como Jane no filme O Gabinete do Dr. Caligari (1920).

Embora filmes expressionistas tenham sido produzidos com maior intensidade na República de Weimar (1919-1933), sua influência respingou em várias partes do mundo, inclusive em Hollywood. 


A Estética das Melindrosas

Em meio a um caldeirão que borbulhava em forma de arte, Os Estados Unidos viu ascender uma estética que ficou mundialmente conhecida: estamos falando das Flapper Girls, ou em português, Melindrosas. 

Ilustrações de melindrosa dos anos 20
Foto: Reprodução. Ilustrações de melindrosas. 

As Flappers apareceram inicialmente em ilustrações.Elas eram a representação do ideal da mulher moderna, e isso foi endossado especialmente pela onda sufragista que lutava pelo voto feminino, e cada vez se fortalecia mais.

Mulheres protestando pelo sufrágio feminino nos anos 20
Foto: Reprodução. Mulheres em protesto a favor do sufrágio

O direito ao voto foi conseguido pelas mulheres nos Estados Unidos em 18 agosto de 1920, contudo é importante lembrar que mulheres não brancas do país continuaram à margem da participação política e precisaram de mais algumas décadas para exercerem a plenitude de seus direitos.

Mulheres sufragistas protestando pelo voto feminino
Foto: Reprodução. Mulheres com cartazes a favor do sufrágio. 

A estética Melindrosa foi uma oposição ao estilo Gibson Girl, criado pelo ilustrador Charles Dana Gibson (1867-1944). Para muitos, as Gibson Girls eram resquícios do século passado e dos horrores da Primeira Guerra Mundial (1914-1918), por tanto de fazia necessário a criação de um novo arquétipo.

As Gibson Girls marcaram a Belle Epoque e as Melindrosas os anos 20
Foto: Reprodução. Na primeira imagem, um exemplo de Gibson Girl. Na segunda, uma charge dos anos 20.

O estilo Flapper deu vida à mulheres com uma silhueta completamente diferente das Gibson Girls.Os corsets usados antigamente para marcarem a cintura e destacarem o busto e quadril, foram substituídos por faixas e roupas íntimas que achatavam os seios, nádegas e coxas.

As Melindrosas foram o arquétipo de moda nos anos 20
Foto: Reprodução. 

O corpo voluptuoso de outrora deu lugar à uma figura magra, que mostrava braços, pernas e colo sem nenhum pudor. Os cabelos longos e ornamentados com plumas, foram trocados por cortes curtos, às vezes ondulados e outras vezes extremamente liso.

Atriz dos anos 20 com características estéticas da epoca
Foto: Reprodução.

E por fim, a maquiagem discreta dos primeiros anos do século 20 deu espaço para um rosto bastante carregado de maquiagem. 

Não demorou muito para que a moda melindrosa caísse no gosto das atrizes, e posteriormente no gosto popular.

"Depois de muitos anos de exílio do mundo da moda, cores vivas nos lábios fez sua reestréia na década de 1920 e se tornou a forma mais popular de cosméticos usados na época. 

Foto: Reprodução. 

A nova geração de jovem mulheres - as melindrosas ou jovens  brilhantes dos anos vinte - usaram seus batons escarlates de forma deliberada e, ao que parece, uma
tentativa bem-sucedida de chocar os mais velhos. 

Elas estavam determinados em todos os sentidos a se destacarem como uma geração à parte e, mesmo que sua originalidade dependesse de trivialidades como o uso de maquiagem, isso serviu ao seu propósito" [1]


Características da Maquiagem de 1920

A Sobrancelha 

Existem certos pontos da maquiagem dessa época que precisam de nossa atenção. O primeiro deles, sem dúvidas, é o fato das sobrancelhas serem na maioria das vezes de espessura extremamente fina e caída, o que gerava um olhar bastante dramático.

Atriz com maquiagem típica dos anos 20
Foto: Reprodução. Atriz Pola Negri, uma das musas da década de 20.

• Os Lábios 

Outra característica presente é a boca em formato
 ''Cupid's Bow'', que basicamente era uma marcação feita na região do arco do cupido (parte superior da boca), a fim de deixar os lábios bem desenhados e com formato de coração. Algumas mulheres preenchiam os lábios por completo, outras passavam o batom apenas no centro.

Propagandas de maquiagem dos anos 20 com Melindrosas
Foto: Reprodução. Propagandas de maquiagem da década de 1920.

A cor dos batons giravam em torno da paleta vinho, roxo, vermelho escuro e marrom. Era usual também a utilização de contorno preto.

Atriz Clara Bow com sobrancelha fina, um traços da maquiagem de 1920
Foto: Reprodução. Atriz Clara Bow.

• A Pele 

Os tons de rouge preferidos eram o rosa pink e o lilás, que contrastavam com as peles extremamente pálidas conseguidas através do uso de pó. 

A estética Vamp, originária dos meados da década de 10, vendia a ideia de palidez como beleza, e continuou sendo tendência nos anos 20.

Anúncios vintages de maquiagem dos anos 20
Foto: Reprodução. Propagandas dos anos 20.

Hoje, grande parte das moças aplicam o blush um pouco mais abaixo dos olhos e afastado do nariz, naquela época, o rosinha das bochechas era mais notável e concentrado mais ou menos um dedo abaixo após a região que costumamos ter olheiras, ou no canto das maçãs. 

Atriz Josephine Baker usando as clássicas finger waves
Foto: Reprodução. Na foto, a atriz e artista Josephine Baker.

Os olhos dos anos 1920 eram muito marcantes e dramáticos, fortemente influenciados pela estética egípcia,que estava em voga.

Os cílios eram volumosos tanto em cima, como em baixo. As sombras mais usadas eram em tons perolados, marrom escuro, tons arroxeados, lilás, rosa, preto e chumbo.


Obviamente que nem todas as mulheres adotaram o estilo flapper girl, mas inegavelmente mulheres que seguiam os parâmetros dessa moda se tornaram as grandes it's girls da época. 

Destaque para as atrizes Clara Bow, responsável pela popularização do já mencionado, Cupid's Bow e para Louise Brooks, que popularizou o corte chanel.

Foto: Reprodução. Atrizes Louise Brooks e Clara Bow, respectivamente.

Paletas com cores frias, blush em tons vibrantes e com fundo azul, batons escuros e cílios postiços volumosos devem estar no kit da sua maquiagem anos 20

Acima, um vídeo sobre a história da maquiagem de 1920 e um tutorial que mescla as principais tendências do período.

Texto escrito por Gabriela Lira. Caso use algum material do blog como referência, por favor dê os créditos. Plágio é crime e está sujeito à pena.

Informações do curso aqui.



Me siga no Instagram: @blondevennus 

Fonte citada: 
[1] The Artificial Face: A History of Cosmetics, Hippocrene Books, 1975, páginas  149 e 150-  Fenja Gunn.

9 comentários:

Império Retrô disse...

Que lindo, Gabi! Particularmente, a Era Eduardiana e a década de 1920 são duas das épocas que mais me despertam paixão, as mulheres eram artes ambulantes. É uma pena que as minhas tentativas de maquiagem 20's sempre foram fracassos. Não consigo apagar minhas sobrancelhas por serem naturalmente muito escuras e grossas. Amo maquiagem e adoraria saber nomes de produtos, e principalmente como usá-los, mas tenho certas dificuldades, ainda. Espero um dia poder conseguir.

Beijos,
Rafa.

http://imperioretro.blogspot.com

Anônimo disse...

Também sou apaixonada por coisas vintage, aliás meu último post foi sobre coisas vintage também. A maquiagem dos anos 20 é maravilhosa, acho tão marcante! Também gosto dos adornos que as mulheres dessa época usavam na cabeça. Não sei se teria coragem de usar uma make tão pesada, não tenho muita destreza pra me maquiar, mas um dia ainda vou tentar, hehe. Continue com a série, que eu gostei! Também sou apaixonada por coisas vintage, aliás meu último post foi sobre coisas vintage também rs

http://geekcoolture.blogspot.com.br/

Luana disse...

acho as maquiagens dessa época super ousadas e ao mesmo tempo as mulheres pareciam bonecas!
adorei a ideia da série! vou aguardar os próximos! :D

xoxo
Guria do Século Passado

Paula Juliana disse...

Flor!! Que postagem diferente e interessante, eu amo coisas de épocas e nas minhas leituras adoro ter conhecimento para assim imaginar tudo direitinho, 1920 é uma época que gosto muito! Amei conhecer a maquiagem e a postagem! Beijos
Paula Juliana - Blog Overdose Literária!
http://overdoselite.blogspot.com.br/2015/08/resenha-como-ser-feliz-ou-no-minimo.html

Monique disse...

Eu sinceramente não sei muito sobre a moda vintage, e maquiagem mas com o seu blog eu sinto que vou entrando mais e mais no universo e você sempre fala de uma forma clara e objetiva que ajuda bastante. Eu adoro as maquiagens vintages do dia a dia, parecem tão naturais e deixam a expressão mais leve, feminina. Mas as de festa e um pouco mais pesadas são tão bonitas, quem dera ter habilidade, pois até na hora de passar um rimel eu dou aquela borrada haha

http://www.leitecombiscoitos.com/

Tatiana Gallo disse...

Os olhos são o que eu mais gosto! Eles eram bem marcados mesmo... Para noite ficam ótimos!
Os cílios volumosos é algo presente em mim todos os dias, mesmo quando quero sair com aquela aparência de cara lavada... Faço a pele, coloco muuuiiita máscara, um batom nude e estou pronta! rs
Bjoooos

vaieusa.com

Camila Nunes disse...

Acho que já comentei aqui com vc que fiz um trabalho do curso de maquiagem sobre os anos 20. Fascinante! Acho uma das décadas mais importantes para a historia da beleza <3

Beijos
Camila

www.sejabelissima.com.br

Unknown disse...

Amei essa TAG! Adoro estudar maquiagem, vintage então! Amava o cupid´s bow dessa época, muito fofo.

beijo
www.belatriz.info

Thayse Stein disse...

Guriiia, eu tô completamente apaixonada por esse post, sério! Que amor que tu colocou além do estilo, a explicação do por quê era assim, arrasou demais <3


Beijos
Brilho de Aluguel

Tecnologia do Blogger.